Terça-feira, 06 de Julho de 2021 13:58

Projeto Facilitador de Diálogos para Empresas segue formando facilitadores da paz 

O projeto já formou 65 facilitadores da paz O projeto já formou 65 facilitadores da paz

O fortalecimento das relações de trabalho e o incentivo aos momentos de diálogo são os objetivos do projeto “Facilitador de Diálogos para Empresas”. O projeto, que integra o Pacto Lajeado pela Paz, é voltado às organizações de Lajeado e já formou 65 facilitadores da paz.  

 

Na última semana, os funcionários da empresa Docile tiveram a oportunidade de participar do projeto, que capacita os colaboradores por meio dos princípios de Justiça Restaurativa. Segundo a coordenadora do Pacto Lajeado pela Paz, Tânia Rodrigues, que ministra o curso, o objetivo é formar facilitadores de Círculos de Diálogo para atuar na prevenção de conflitos.

 

- É no ambiente de trabalho e de produção que sentimos-nos pertencentes, acolhidos, evoluímos com sabedoria e criamos amizades especiais. Mas também é um espaço de relacionamentos com dificuldades e por vezes causa sofrimento físico, mental e emocional. A metodologia dos Círculos no ambiente de trabalho cria um espaço seguro para contar um pouco de si e ouvir as histórias dos outros, podendo expor as vulnerabilidades de forma acolhedora e sem julgamento, gerando sabedoria, reconhecimento e fortalecimento - explicou Tânia.

 

O Promotor de Justiça e facilitador da paz, Sérgio Diefenbach, auxiliou na capacitação do grupo de colaboradores. Para ele, as práticas dos círculos possibilitam transformações emocionais e conexões interpessoais.

 

- A realização desse curso dentro de empresas vai absolutamente ao encontro das ideias do Pacto pela Paz, que busca gerar uma sociedade que se cuida e se observa na sua totalidade, independentemente de onde as pessoas estejam, residam ou trabalhem. Se os trabalhadores, a partir de suas organizações, começarem a compreender e praticar novas formas de escuta e de relacionamento, certamente terão mais facilidade para interagir com as escolas de seus filhos e com toda a comunidade onde estão inseridos, gerando um círculo virtuoso de apoio e acolhimento. Essas práticas geram emoções positivas, engajamento, significado e propósito na vida das pessoas, das organizações e das comunidades, aumentando os níveis gerais de bem estar - falou Diefenbach.

 

Para a capacitação, são formados grupos pequenos de pessoas para que sejam respeitadas as medidas sanitárias e de distanciamento social em razão da pandemia. Empresas interessadas em participar podem entrar em contato com a coordenadoria do Pacto Lajeado pela Paz, pelo telefone 3982-1028 ou pelo e-mail pactopelapaz@educalajeado.rs.gov.br

 

Saiba mais sobre a Justiça Restaurativa

 

- A Justiça Restaurativa é definida como um princípio de vida e também pode ser entendida como uma filosofia. Por meio de práticas, ela busca promover harmonia para a construção de uma comunidade saudável. 

 

- Uma de suas principais metodologias, os Círculos de Construção de Paz Não Conflitivos, são realizados em todos grupos da comunidade

 

Informações sobre o projeto "Facilitador de Diálogos para Empresas"

 

- Público-alvo (máximo 12 pessoas por turma): diretores, líderes de setor e demais funcionários da empresa

 

- Carga-horária: 20 horas-aula por curso

 

- Instrutora: Tânia Fröhlich Rodrigues é assistente social, especialista em Metodologia do Trabalho com Família. Também é instrutora em Círculos da Construção da Paz em Aplicação Não Conflitiva da Justiça Restaurativa e Facilitadora Judicial de Círculos de Construção de Paz Conflitivos e Não Conflitivos. Possui formação em Comunicação Não Violenta pela Universidade do Ser e Mindfulness pela PUC-RS. Pós-graduanda em Comunicação e Marketing pela Faculdade Estratego.

Prefeitura Municipal de Lajeado (RS)
Rua Cel. Júlio May, 242 - Telefone (51) 3982 1000
CNPJ 87.297.982/0001-03