Terça-feira, 05 de Maio de 2020 15:49

Alunos de escolas municipais de Lajeado realizarão atividades escolares de forma remota

A professora Aline Scheibel está realizando pesquisa de propostas e planejando atividades A professora Aline Scheibel está realizando pesquisa de propostas e planejando atividades

A partir da próxima semana, dia 11/05, os cerca de 8,5 mil alunos das Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEIs) e de Ensino Fundamental (EMEFs) da rede municipal de ensino passarão a receber atividades escolares para serem feitas de forma remota. As aulas nas escolas municipais estão suspensas desde o dia 23 de março.


A partir desta quarta-feira, 06/05, os professores começarão as atividades das aulas programadas de forma remota, conforme o projeto politico-pedagógico e de acordo com cada ano da educação. Estas tarefas serão entregues conforme as condições de acesso de cada família, cujo levantamento está sendo realizado pelas equipes diretivas das escolas, que são compostas por diretores, vice-diretores, coordenadores pedagógicos e orientadores educacionais. Os secretários, auxiliares de biblioteca e serventes também retornaram às atividades junto com as equipes diretivas para dar o suporte necessário.

A Secretária de Educação, Vera Plein, explica que se o aluno tiver acesso à internet, as atividades poderão acontecer de forma online, como, por exemplo, por meio de redes sociais, plataformas virtuais de ensino, blogs, entre outros. Se o aluno não tiver acesso a conteúdos digitais, um representante da família deverá retirar o material físico presencialmente na escola mediante agendamento prévio para evitar aglomerações.

Conforme Vera, a oferta de atividades não presenciais desde a educação infantil até o ensino superior foi aprovada apenas na última semana pelo Conselho Nacional de Educação (CNE). Vera ressalta que as famílias devem estar atentas à estratégia de cada escola, e que os responsáveis pelas crianças são fundamentais nesse processo. “É importante manter a saúde mental e a rotina o máximo possível, sem perder a conexão com a escola, bem como ativar funções cerebrais que auxiliam na aprendizagem. É uma oportunidade dos pais estreitarem os laços com os filhos e uma forma de cuidado”, disse Vera.

Para a orientadora educacional das EMEFs Santo André e Universitário, Neiva Inês Mattes, essa nova realidade das escolas com aulas virtuais muda a dinâmica e o aprendizado mas possibilita interação entre alunos, pais e professores em tempos de isolamento. “Espero que essa forma de ensinar faça com que o aluno desenvolva ainda mais sua independência, autonomia e se adapte a funções tão generalizadas que o mundo do trabalho exige cada vez mais. Esta é uma nova maneira de ensinar e aprender”, contou Neiva.

 

Por sua vez, a professora de Educação Infantil na EMEI Amiguinhos do Jardim, Aline Regina Scheibel, conta como vem planejando as suas aulas. “Estou realizando pesquisas de propostas e montando um planejamento com diferentes sugestões de atividades voltadas para as várias áreas do desenvolvimento infantil, como por exemplo, música, movimento, artes, linguagem oral e escrita, matemática, natureza e sociedade. As aulas remotas é algo novo e inusitado para mim”, ressaltou Aline, que trabalha com crianças dos 2 aos 3 anos.

 
Prefeitura Municipal de Lajeado (RS)
Rua Cel. Júlio May, 242 - Telefone (51) 3982 1000
CNPJ 87.297.982/0001-03