Escola Composta

Projeto Escola Composta

Em julho de 2021, foi lançado o projeto Escola Composta, com o convite às escolas municipais de Lajeado para participarem de uma iniciativa com o objetivo de aprimorar a gestão dos resíduos sólidos produzidos e reduzir o volume de resíduos encaminhados aos aterros sanitários. O foco principal é a implementação da compostagem dentro dessas instituições de ensino.

Inicialmente, as escolas foram convidadas a se inscrever por meio de um formulário que incluía perguntas sobre a forma atual de destinação dos resíduos, a quantidade produzida, atividades de educação ambiental já realizadas, entre outros aspectos relacionados à situação ambiental da escola. Essas informações foram fundamentais para estabelecer um diagnóstico detalhado.

A partir desses dados, planejamos o atendimento às escolas já inscritas, e as atividades estão sendo desenvolvidas continuamente. Além de atender as escolas já inscritas buscamos expandir a participação para incluir mais unidades escolares. Caso você seja educador e deseja realizar o projeto na sua escola acesse o link abaixo e realize a sua inscrição!

As etapas do projeto envolvem o cadastro das escolas interessadas, visita técnica, agendamento de treinamentos e palestras educacionais com alunos e funcionários, instalação de coletores de óleo, pilhas e materiais recicláveis, construção/reforma de composteira (ou instalação de biodigestor), construção de hortas e/ou canteiro de temperos e chás. Dependendo da demanda e das particularidades de cada instituição, outras atividades relacionadas à gestão de resíduos também podem ser realizadas.

PARA SE INSCREVER ACESSE O FORMULÁRIO: AQUI

Objetivo Geral

O objetivo geral do projeto é promover, dentro das escolas de Lajeado, a melhora do gerenciamento dos resíduos sólidos gerados e a diminuição dos resíduos destinados ao aterro sanitário por meio da implementação da compostagem.

Objetivos Específicos

  • Trabalhar a problemática relacionada à geração de  lixo; 
  • Consolidar o conceito da coleta seletiva nas três frações (orgânicos, rejeitos e reciclados) ;
  • Incentivar a reciclagem dos resíduos produzidos na cozinha da escola e em suas próprias casas; 
  • Apresentar aos alunos e a comunidade escolar o conceito de compostagem como uma forma de tratamento do lixo orgânico; 
  • Diminuir a quantidade de lixo gerado na escola; 
  • Diminuir a quantidade de lixo encaminhado ao aterro sanitário;
  • Implantar um modelo de compostagem dentro da própria escola; 
  • Formar cidadãos conscientes em relação à temática ambiental;
  • Oferecer oficinas de horta e compostagem aos funcionários e alunos, disseminando técnicas de cultivo para uso do composto produzido;

Etapas

As etapas envolvidas nesse projeto estão detalhadas a seguir:

I - Cadastramento das escolas interessadas:

As escolas interessadas deverão preencher o formulário de inscrição (disponível acima) e responder questões acerca da quantidade de alunos, volume de resíduos gerados, qual a destinação atual dos resíduos, se possui composteira ou tem interesse em implementar, se tem biodigestor ou pretende implementar, se existe horta escolar, entre outras informações relevantes.

O link ficará disponível permanentemente no site da Secretaria de Meio Ambiente, Saneamento e Sustentabilidade, de forma que a qualquer momento, as escolas poderão realizar seu cadastramento.

II - Visita Técnica:

Após o cadastramento, a equipe do Centro de Educação Ambiental entrará em contato com o responsável da escola para agendamento de vistoria no local. A vistoria tem como objetivo diagnosticar a situação atual da escola, entender as demandas e avaliar os espaços para implementação de soluções.

III - Treinamentos e palestras:

Antes da implementação das ações, serão realizados treinamentos com os alunos, professores e funcionários da escola, bem como visitas guiadas ao Aterro Sanitário de Lajeado. Os treinamentos tem o objetivo de sensibilizar os alunos e funcionários sobre as questões relacionadas aos resíduos, agroecologia e sustentabilidade. A escola poderá optar entre as atividades abaixo:

  • Palestra “Caminho do lixo” : O que acontece com o lixo depois que ele sai da sua casa? Nesta palestra, são abordados os temas de gestão de resíduos sólidos urbanos, da coleta e destinação destes resíduos em Lajeado, além da importância e como realizar a correta separação dos resíduos nas residências. (idade recomendada: Alunos com mais de 7 anos, professores e funcionários; Tempo: 1h e 3 min)
  • Atividade “Separando nosso lixo” - Dinâmica realizada com crianças do ensino infantil, introduz a temática de resíduos, onde é possível aprender sobre a separação de forma simples e divertida. (idade recomendada: 3 a 5 anos. Tempo: 40 min)
  • Visita Guiada ao Aterro Sanitário: A vista ao Aterro Sanitário consiste em conhecer o procedimento de tratamento dos resíduos sólidos urbanos de Lajeado e suas etapas: triagem, aterramento e estação de tratamento de chorume. (Todas as idades. Tempo: 1h e 30 min)
  • Atividade: Composteira doméstica: Nesta atividade teórica e prática são abordadas as temáticas sobre a importância e relevância da compostagem para a sustentabilidade e a importância da correta separação dos resíduos. Os participantes aprendem a confeccionar um modelo de composteira doméstica e podem visitar a composteira da escola caso esta já possua. (idade recomendada: acima de 8 anos. Tempo:1h e 30 min)
  • Atividade: Hortas urbanas e agricultura sustentável: Nesta atividade, é discutida a importância da agricultura sustentável para a produção de alimentos. Os participantes conhecem métodos de plantio de hortaliças e temperos em pequenos espaços e podem confeccionar o seu próprio modelo de horta vertical (idade recomendada: acima de 8 anos. Tempo: 1h e 30 min)
  • Exposição itinerante “Caminho do lixo”: Maquete e fotos do Aterro Sanitário a serem disponibilizados para a escola usar em exposições e feiras.

 

IV - Instalação dos coletores de pilha, óleo usado e recicláveis:

Conforme será verificado na visita técnica, serão disponibilizados coletores de resíduos para serem instalados nas escolas, caso estas necessitem. Estes coletores têm o objetivo de fornecer à escola e à população escolar uma alternativa de destinação adequada dos resíduos secos recicláveis, pilhas e baterias, óleo usado, entre outros, conforme demanda. Os resíduos especiais recolhidos podem ser destinados ao Centro de Educação Ambiental que encaminhará para empresas licenciadas, de acordo com sua característica. Os resíduos secos poderão ser colocados na coleta seletiva ou gerenciados e vendidos pela escola e/ou associação de pais e mestres se esta tiver interesse. 

V - Instalação/reforma composteira, horta e/ou pomar:

Com base na visita técnica e nos dados informados pela escola sobre a geração de resíduos orgânicos, será desenvolvido um projeto de composteira, pomar e/ou horta escolar para ser executado com o auxílio dos alunos e professores. 

 

VI - Treinamento para utilização da composteira:

Após a implementação da composteira, deverá ser realizado treinamento prático pós-implementação para o correto funcionamento e manutenção. A prática tem como objetivo sanar dúvidas que surgem ao longo da operação da composteira.

VII - Quantificação dos resíduos:

Após a implementação da composteira na escola, deverá ser realizada a quantificação dos resíduos depositados diariamente pelo(s) funcionário(s) responsáveis na escola.

Prefeitura Municipal de Lajeado (RS)
Rua Cel. Júlio May, 242 - Telefone (51) 3982 1000
CNPJ 87.297.982/0001-03